Curinga - tatuagens e seus significados


Antes de ser um personagem famoso dos quadrinhos e do cinema nas histórias do Batman  - o cavaleiro das trevas, o curinga já figurava no imaginário, no misticismo e nas crenças populares desde a idade média.  Atualmente essa figura enigmática têm sido objeto de várias abordagens culturais até mesmo na literatura como no livro "O dia do curinga" de Jostein Gaarder. Vamos dar uma olhada nessa personagem. 

O Curinga é um exemplo de um arquétipo do malandro. O malandro é um personagem mitológico que prega peças na humanidade,  muitas vezes mal-intencionado, como o trapaceiro deus nórdico Loki ou como as fadas que usavam todo seu "glamour" iludir e confundir os mortais. Ele poderia ser relacionado  também a  Mefistófeles da obra de Fausto, uma encarnação do diabo que tenta enganar os homens a vender suas almas por uma barganha. No filme Batman, o Curinga é muito semelhante a um Mefistófeles, que apresenta terríveis escolhas morais sem qualquer chance de vitória.
Mefistófeles e Fausto.

Também significativo é o próprio nome: o Curinga. O Curinga tem a reputação de ser baseada na carta do Tarô, o Louco. Essa é a única carta  de Arcanos Maiores do Tarô que aparece em nossas modernas cartas de jogar. O Curinga do Tarô, o Louco, mostra um vagabundo errante com um saco amarrado por cima do ombro e um cachorro beliscando suas pernas.
Figura do louca em diversas cartas de Tarô.

Arcanos Maiores.

Qual é o simbolismo por trás da carta do Louco? Atirado por cima do ombro do Louco está um saco contendo os naipes do Tarot. Os quatro naipes das cartas do Tarô representam as diversas condições da existência humana, mas eles estão amarrados no saco do Louco, não realizados e nem utilizados. O Louco não tem consciência do seu potencial teleológico.
O Louco e o Mago.

A próxima carta do Tarô é o Mago onde o saco agora é aberto e seu conteúdo são definidos para o Mago em sua mesa de trabalho. O Mago entende seu potencial e pode exerce-lo. O Louco vagueia pela terra com toda potência em sua bolsa, caçado por um cachorro da vida mundana. A carta do Louco simboliza um estado de ignorância e desconhecimento. As outras cartas do Tarot mostram um progresso constante através dos vários estados da existência humana no caminho para a iluminação final. Mas no começo é o Louco, completamente alheio ao seu grande potencial.






Fonte: http://occultview.com/2009/02/26/occult-origins-of-the-joker/

4 comentários:

Jeffs disse...

cOringa e não cUringa -.-"

Célio Roberto Pereira disse...

Consulte um dicionário.:

http://michaelis.uol.com.br/moderno/portugues/index.php?lingua=portugues-portugues&palavra=curinga

FRODO disse...

Coringa tem o mesmo significado que harlequin?

Célio Roberto Pereira disse...

Em alguns sentidos sim, mas há diferenças.

Arlequin é uma palavra associada a um tipo de palhaço. É um termo adotado a partir do improvisado italiano Commedia dell'Arte. Nessa representação cultural italiana, com em um jogo, há a denotação popular de personagens cômicas na qual o arlequim é o servo. Arlequim em italiano é Arlecchino.
Esta palavra existia mesmo antes de 1572 e alguns acreditam que ela se origina a partir do Inferno de Dante, onde um dos demônios foi nomeado como alichino embora não existam evidências concretas para provar isso e, portanto, permanece incerto.
Portanto, o arlequim é mais uma personagem teatral representada em comédias que se assemelha muito ao palhaço. Já O Curinga é uma personagem mística, também possui características cômicas, mas se assemelha mais ao louco, sua personalidade não é representada, é prórpia .

Postar um comentário