Prefeito de Bituruna é cassado por irregularidades na prestação de contas

Às vezes temos um descrédito tão grande na justiça que chegamos a acreditar ser impossível ocorrer à cassação de algum político por irregularidades nas contas.

Porém o problema se mostra maior ainda, pois quando isso ocorre pouca gente noticia, ainda mais em uma cidade pequena no interior do país. A falta que cometi é um exemplo disso. Aconteceu a cassação de um prefeito em uma cidade vizinha à minha (Bituruna - PR), a imprensa local sufocou a notícia e poucas informações foram veiculadas na mídia, eu mesmo só fiquei sabendo do fato por uma grande amigo que tenho em Bituruna, foi dele também o puxão de orelha que levei por não ter veiculado a notícia.

Hoje venho retratar a minha falta e dizer que ainda podemos dar um voto de confiança a justiça.

Abaixo está a notícia completa que foi postada no G1 no dia 1º de abril.


Mandato de prefeito é cassado e Bituruna, no Paraná, terá nova eleição

Os 11.224 eleitores de Bituruna, município do Centro-Sul do Paraná, vão votar e escolher novamente um novo prefeito. A determinação é do presidente do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), Henrique Ricardo Lewandoski.

As contas do atual prefeito da cidade, Remi Ranssolin (PTB), referentes ao período de 2000 a 2004 foram reprovadas e ele teve o mandato cassado. O ministro determinou ainda que o presidente da Câmara de Vereadores de Bituruna, Eduardo Conrado (PP), assuma interinamente o cargo de prefeito até a realização eleitoral das novas eleições.

A data da nova eleição deve ser definida pelo Tribunal Regional Eleitoral do Paraná (TRE-PR).

Segundo o chefe do gabinete da Prefeitura de Bituruna, Marcelo Bet, os advogados de Ranssolin já preparam um recurso.

Nenhum comentário:

Postar um comentário