Todos os terroristas são loucos?

Você ficaria surpreso com grau de razão das pessoas que cometeram as maiores atrocidades contra a vida humana. A mídia em geral tem como hábito tratar todos os terroristas como degenerados e fanáticos.

Uma análise histórica desses indivíduos quase nunca é feita de imediato coisa que exigem certo distanciamento temporal, ou seja, ao menos algumas décadas.

Em que contexto histórico surgem os terroristas ocidentais que tem pouca ou nenhuma ligação com religiões? Não podemos chamá-los de fanáticos, e quase sempre distinguimos nestes homens um potencial intelectual muito alto.

Se o século XX foi chamado de o "Século Sombrio", podemos dizer que o século XXI é o Século das Incertezas, muitos do terroristas que apareceram nos fins do século XX, demonstram a insatisfação com a conjuntura do mundo atual e com a comodidade das sociedades, sempre em busca do bem estar material.

Podemos dizer que essa insatisfação é fruto do colapso da sociedade ocidental que vem sendo anunciada a pelo menos 200 anos, não só na literatura e na história, mas justamente também em atentados terroristas.

Vejamos caso do terrorista americano conhecido como Unabomber.

Theodore John Kaczynski (Chicago, 22 de Maio de 1942), mais conhecido como Unabomber, é um matemático norte-americano, escritor e ativista político, condenado a prisão perpétua na seqüência de uma série de atentados à bomba.

O Unabomber é um brilhante matemático que abandonou a sua carreira na Universidade de Berkeley e afastou-se de seu círculo social para viver como um eremita numa cabana isolada no meio da floresta. Ele ficou famoso ao conseguir que o seu manifesto, intitulado "A sociedade industrial e o seu futuro", fosse impresso através do Washington Post e New York Times, após vários anos de ataques a bombas por correio.

Seus alvos eram majoritariamente cientistas informáticos, geneticistas e outros tecnocratas renomados, também referidos, por entre aqueles que partilham a linha política do Unabomber, como sendo os "arquitetos da Nova Ordem Mundial". A campanha deixou 22 pessoas feridas e 3 pessoas mortas.

Sob a ameaça de voltar a atacar e na esperança de que algum indício presente no estilo de escrita do autor pudesse conduzir à sua prisão, o manifesto foi impresso em 19 de Setembro de 1995 com o aval das autoridades. Nele, o Unabomber denuncia o desenvolvimento da sociedade industrial como sendo uma ameaça à liberdade humana e advoga que a ação direta contra ela é necessária.
Theodore Kaczynski
Em 1996, Theodore Kaczynski foi preso por delação do seu irmão, David Kaczynski, ao FBI. Na sua cabana foram encontradas provas que o ligavam à campanha do Unabomber, tendo esta sido mais tarde transferida por reboque para uma análise exaustiva.

O que leva um homem aparentemente racional a deixar a sua vida e sua brilhante carreira e traçar planos terroristas em defesa de uma "nova ordem mundial".

Talvez ele tenha sido mais racional que a maioria das pessoas em aceitar o colapso inevitável da sociedade consumista e de pouca responsabilidade política e social.

Nenhum comentário:

Postar um comentário