Mãe, Obrigado!

Todo mundo tem uma experiência diferente de mãe, mas com certeza não tem ninguém que não entenda o que esta palavra signifique, tanto para os que dela já puderam desfrutar, quanto para aqueles que nunca a pronunciaram e sabem do rombo imenso que tem no coração.

Esse vazio se estende a todos que já perderam suas mães e também as mães que já perderam seus filhos e não podem mais ouvir a suave melodia da palavra mais singela, Mãe.

Não posso falar aqui de todas as Mães do mundo, pois como já disse, mãe é uma experiência única, sem igual, então quando falo da minha e com certeza me remeto a todas que possuem essa tarefa, a mais nobre da natureza que é ser Mãe.

Mãe, essa palavra tão difícil de rimar e que dificultava minhas poesias feitas todo ano para Ela, com certeza foi a palavra que mais repeti na minha vida e sei como ninguém a importância que ela tem para mim.

Falo aqui de uma mulher humilde criada no interior e que com a morte prematura do marido criou três filhos sozinha, dos quais eu me incluo e agradeço muito pela educação e afeto que recebi. Gostaria de dizer aqui à minha Mãe que suas mãos, calejadas do trabalho forçado foram as mais suaves que já me confortaram e que eu poderia abraçar o mundo todo, até mesmo o universo e eles não teriam o aconchego que encontrei nos teus braços.

Obrigado Dona DALVA por estes 23 anos de proteção, carinho, educação e o mais importante, obrigado por todo o amor que até hoje a Senhora me despendeu, fazendo muitas vezes, dos nossos sonhos seus sonhos também. Tenha a certeza Mãe que eternamente serei o filho mais feliz e grato por poder te chamar de Mãe.

Te amo!

Que essas minhas palavras se estendam a todas aquelas mulheres que trazem ao mundo não só o milagre da vida mas também o milagre de amar.

FELIZ DIAS DAS MÃES!

Nenhum comentário:

Postar um comentário