14 anos do massacre de Carajás

Só esquece quem quer e quem acha que as questões sociais relacionadas ao "outro" não nos afetam.

19 perderam a vida no Eldorado, situação que se repete todos os anos em uma parte do Brasil sem lei. A lei é a espingarda do Coronéis e o dinheiro de quem pode pagar pelo silêncio e pela vida alheia.

Nenhum comentário:

Postar um comentário