Veja com os olhos, ouça com os ouvidos, mas começe fazendo com as palavras!


Quando os historiadores futuros estudarem nossa época, com certeza verão com mais clareza os enlaces históricos e sociais que permeiam o mundo, se não derem respostas, algumas dúvidas hão de semear em muitas mentes alheias, torço todo dia para que isso ocorra!

Não dei ouvido aos poetas quando disseram que o futuro é incerto e muito menos a história quando essa disse que se repetia em uma infindável peça de teatro onde os personagens mudam mas o texto sempre é o mesmo. Então dei de cara com a sociedade do espetáculo e me vi perdido em meio a uma multidão de homens feitos somente de braços e pernas, senti medo e ouvi em minha mente a história sempre a repetir, como a nossa mãe faz para mostrar de que vale a experiência: - Viu, eu te avisei! A história ecoa na minha cabeça!

Senti o poder esmagador da política, sofri por nada de material possuir e perceber que com isso as pessoas podem me coagir, cheguei a beira do abismo, gritei e ouvi o eco de minha voz, senti um alívio, o abismo tem fundo! Não pulei, pois quem pula abandona a sua própria gente à sorte alheia.

Então decidi continuar de onde parei...

Onde eu parei?

Eu nunca parei!

Pobre coitado aquele que um dia pensou que me senti inferior a alguém! Maltrapilho é aquele que sentiu o poder em me retaliar, na violência a superioridade é dos animais. A minha superioridade não está na violência, nem física, nem simbólica, está nas palavras, nos pensamentos articulados, na visão justa de mundo, eis aqui o meu maior trunfo, não tem arma que retire o pensamento de um homem, o corpo perece, a alma jamais!

Para a minha gente começo um novo projeto esse fim de ano, a longo prazo porque as mudanças são lentas, mas o engajamento se dará de corpo e ALMA como em tudo que fiz até aqui!

Ainda acredito na mudança pela educação e pelo esclarecimento é o caminho menos doloroso e menos corrupto, quero sempre poder dizer que o trabalho é para o bem comum, jamais para excluir, quem trabalha pela nossa gente não trabalha pelo povo, porque povo é qualquer coisa e meus irmãos não são qualquer coisa! Caminhamos todos em busca de um único objetivo, esclarecer, aquele que estiver disposto a ajudar que seja bem vindo!

Nenhum comentário:

Postar um comentário