Existe vida em Outro Planeta? - Olhando para o céu e procurando respostas


Assistindo mais uma vez o documentário do Discovery Channel, Understanding extraterrestrials, voltei a refletir sobre as questões que tanto o homem procura responder, como qual é a origem da vida na Terra e se somos os únicos seres que produzem tecnologia no universo.

Como pode pessoas dedicarem toda a vida em uma busca por ondas de rádio emitidas por civilizações que mesmo existindo, quem busca jamais as verão, a vida humana é muito curta e parece ser uma bobeira desperdiça-la em uma busca como essa.

Tais reflexões me fizeram perceber que são buscas como essas que moveram a humanidade ao longo do desconhecido e que são nessas buscas que podemos perceber o quanto o conhecimento e a consciência sobre as coisas podem ser solitários. A mesma busca que os astrônomos fazem varrendo o céu procurando sinais visíveis e de ondas de rádio, os filósofos realizam dentro da própria humanidade, o desconhecido e a solidão sempre incomodaram o ser humano, não é a busca por ser tornar algo que move o verdadeiro humano e sim saber que "algo" ele é.

Talvez se a resposta para saber o que nós somos está em outra galáxia, entre o número inimaginável de estrelas que existem, isso deixaria um pouco frustrados os filósofos, mas há uma constatação não muito difícil de fazer: nada se explica por si mesmo, não são os humanos que serão uma exceção, pensando por este prisma a ideia de passar a existência varrendo o céu em busca de vida fora da terra não me parece mais inútil do que passá-la perguntando a si mesmo e aos pares da mesma espécie de onde essa vida consciente surgiu.

Nenhum comentário:

Postar um comentário